Natal: principais hábitos dos consumidores nesta data

Postado em 12/23/2022 09:49:43 - Por Thiago Monteiro

Através de suas vendas o varejo assume o papel fundamental no período natalino, afinal de contas, os presentes de Natal como também as compras para o autocuidado e as ceias tradicionais das festas natalinas, auxiliam na construção de conexões emocionais e demonstração de afeto.

Cenário positivo para o e-commerce

Após dois anos com celebrações natalinas alteradas pela pandemia de Covid-19, o perfil de consumo foi diretamente impactado. Atualmente os consumidores além de utilizar o e-commerce como fonte de pesquisa e aquisição de produtos, também veem na Web a possibilidade de ter com apenas um clique ampla variedade de produtos, marcas e valores, como também outras opções de presentes.

Também é importante os empreendedores virtuais se atentarem para o fato de que, a nova tendência de consumo, através do e-commerce, não é praticada em exclusividade pelo público mais jovem.

Segundo informações do Euromonitor, a inclusão digital acelerada pela pandemia alcançou todas as gerações, sendo assim até mesmo os mais velhos passaram a manusear e ter maiores habilidades com os Gadgets e mundo virtual, ou seja, os mais velhos também precisam ser tratados como público alvo dos mais variados segmentos do e-commerce.

De maneira geral, de acordo com a pesquisa feita pelo Globo, de 2020 para 2021, no total as vendas do varejo total cresceram 11,1%. No mesmo período, somente o varejo on-line registrou o crescimento de 38,6%, enquanto as lojas físicas obtiveram um aumento de vendas de 8,8%.

O faturamento do varejo on-line no Natal foi impulsionado com as vendas do setor de Turismo e Transporte. Sem estes dois segmentos o e-commerce teria obtido um crescimento de 23,2%.

Se tratando das projeções para este ano, o levantamento do Globo, destacou um cenário promissor, com 68% dos entrevistados afirmando que pretendem comprar presentes e oito em cada 10 entrevistados afirmaram que irão celebrar este Natal.

Quais produtos registraram maior intenção de compra

Se temos um alto percentual de brasileiros que manifestaram sua pretensão de dar presentes e adquirir produtos neste Natal, é fundamental que os empreendedores virtuais estejam na mesma sintonia dos consumidores, para assim ofertarem os produtos que estão na lista de desejos e dentro dos valores compatíveis com a realidade do seu público.

Conforme a pesquisa do Globo, entre o ranking de produtos que devem ter maior consumo estão as roupas e calçados, com 57% de intenção de compras, seguidos por chocolates/doces e panetones com 55% e 54% respectivamente.

O levantamento também aponta os seguintes produtos com intenção de compra:

  • Brinquedos – 45%
  • Perfumaria e cosméticos – 44%
  • Acessórios – 34%
  • Bebidas Alcoólicas – 29%
  • Roupas Íntimas – 23%
  • Roupas e artigos esportivos – 22%
  • Artigos de decoração – 20%
  • Games – 18%

Ticket Médio

O levantamento também aponta quais os valores por produto e presente os consumidores pretendem investir para as celebrações natalinas deste ano.

Conforme apontado, 51% dos brasileiros pretendem gastar entre R$51,00 e R$200,00 na compra de presentes, 23% devem gastar entre R$201,00 e R$500,00 e apenas 14% pretendem gastar até R$50,00.

Outro fator de destaque quanto ao valor investido nos presentes e compras de natal são os produtos que devem ter maior investimento.

Das compras acima de R$ 1 mil, 49% devem ser de smartphones, enquanto 18% de eletrônicos em geral. Até R$50,00, 30% pretendem comprar doces e panetones e 14% pretendem investir em maquiagem e perfumaria.

Referente à compra de roupas e calçados, 26% dos consumidores pretendem investir entre R$51,00 e R$100,00, 30% entre R$ 101,00 e R$200,00 e 16% entre R$ 201,00 e R$ 300,00.

Sua vez de faturar

Com projeções tão positivas e com o fato constatado de que neste final de ano os brasileiros irão investir em presentes e celebrações, cabe ao empreendedor virtual estar preparado com estratégias, ações, promoções, atendimentos e produtos que possam não somente vender mas fidelizar o cliente.

Se o Natal é a data mais comercial do ano, somado aos novos hábitos de compra evidenciados, o e-commerce é cada vez mais utilizado pelos brasileiros de todas as idades. Tanto as lojas físicas que também vendem pela internet quanto as empresas que trabalham com dropshipping, tem todo um cenário favorável para faturar  como nunca nas festas deste fim ano.

Para todos os empreendedores virtuais, que superarem as expectativas com altos faturamentos, ou até mesmo aqueles que por algum motivo se frustraram com as vendas, nós da InfoPay, temos ainda um material especial preparado para impactar positivamente os empreendimentos.

Fique ligado em nosso Blog, e confira a série de artigos que junto com os técnicos da IstPay, estamos preparando para que o seu 2023 tenha uma realidade administrativa e comercial, ainda melhor do que este ano que está chegando ao fim.

Receba mais conteúdos

Conheça o autor

Thiago Monteiro

Thiago Monteiro

Formado em Comunicação Social/Jornalismo há 14 anos, o redator da InfoPay afirma que duas coisas movem sua vida e trajetória profissional: "literalmente vivo em função de minha família e a paixão pelo Jornalismo"